quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

quando a maternidade nos transforma em Martha Stewart (ou não)

ontem estive aqui

http://cronicas-da-maternidade.blogspot.pt/2014/11/quando-maternidade-nos-transforma-em.html?m=1

segunda-feira, 17 de Novembro de 2014

little things

gosto tanto de flores que nascem em casa.

sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

.

pensamos que vamos ver todas as pessoas até sempre. até que morrem os maiores pilares da nossa infância, os avós. aprendemos a viver assim e vamos interiorizando que o mundo onde crescemos já não existe, sem ligar muito a que a geração agora mais velha é a dos nossos pais.

pensamos que vamos ver toda essa geração a morrer de velhice, felizes e durante o sono calmo. aparecem doenças mas parece que nada abala esse pensamento.

depois pensamos, já em forma de desejo, ver aquelas pessoas sempre ali, a fazerem o que sempre fizeram e gostam, a apaixonarem-se pelos nossos filhotes e a amá-los como se fossem seus netos.

e depois há um dia em que muda.

o meu tio Custódio que sempre me tratou como uma filha, e aos meus filhos como netos. que sempre me deu carinho a mim e ao meu marido, como outros não conseguiram, que nas últimas vezes que viu os meus filhos, babou-se pelo S e fartou-se de elogiar e brincar e amar a D.

para o meu tio Custódio que se foi embora hoje.

segunda-feira, 27 de Outubro de 2014

nós quatro

estar em casa há tanto tempo, focada na minha D, no meu S, no meu marido e em pequenas coisas diárias, parece que me faz ou fez acreditar mais no amor dentro das pessoas. fez-me também mais forte em mim mesma, sei cada vez mais que faço aquilo que tenho de fazer, especialmente quando tem a ver com a nossa família de quatro e com tudo o que a parentalidade nos provoca a fazer.

mas dou por mim frágil, com muito receio de voltar a trabalhar. de já não saber lidar com pessoas, a pensar no perigo de não saber o equilíbrio entre pessoas boas e más.. dou por mim com menos certeza de que também preciso de tempo só para mim, de estar longe dos meus. sei que isto é provisório. não sou feita do tecido das stayathomemums. não sou mesmo, acho apenas que neste momento, apesar dos desafios diários, está a ser tão bom estarmos sempre os quatro.

quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

F13

pus roupa na máquina da roupa, detergente e amaciador. escolhi o programa e a hora a que deveria iniciar. carreguei no start e ... UPS não tinha ainda fechado a porta. fechei e manteve-se tudo igual. nice!

manhã seguinte vou para estender a roupa e no ecrã piscava F13, impossível abrir a porta. desliguei a máquina da ficha e passado um bom bocado liguei. tudo igual.

começou a ficar interessante quando, na tabela de códigos de erro do manual da máquina, vi que não constava esse código.

decidi procurar na net antes de telefonar à assistência. descobri que o código está relacionado com o fecho da porta (confere com a asneira da noite anterior), mas tudo o que encontrei para resolver, foi com máquinas americanas, com porta no tampo.

liguei para a assistência, 30€ para virem a casa fazer orçamento (&%€!@?/!) e só estavam disponíveis para o dia seguinte.

- não me pode ajudar por telefone? não acho correcto por parte da marca não colocar informação na tabela, a máquina não lavou e tenho lá roupa seca e molhada, dos meus filhos..

- não consigo porque esse erro é de uma peça estragada e não vai conseguir voltar a lavar.

- só preciso mesmo de abrir (e fiz mais um choradinho)..

- então dê umas pancadas secas e fortes na maquina na zona acima do fecho.

- abriu, obrigada. fico a aguardar o vosso contacto para agendarmos.

desliguei, esperei um pouco, voltei a ligar e iniciei a lavagem. tudo OK até hoje, não vieram fazer orçamento.

até consigo perceber que queiram trabalho, mas que mintam não. e aqui fica a resolução deste erro, pode ajudar alguém.

love it

só faltava uns bolsos para ser perfeito

sábado, 18 de Outubro de 2014

fralda's outfit

sempre tive uma adoração por baleias..
Piriuki V3

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails