sábado, 18 de Outubro de 2014

fralda's outfit

sempre tive uma adoração por baleias..
Piriuki V3

sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

terça-feira, 14 de Outubro de 2014

growing up

a grande questão da D não é ela dizer e querer dizer bem palavras e frases. é ela querer saber tudo, ter uma construção frásica que nos deixa estúpidos, o nível das nossas conversas e especialmente ser há muito uma companhia verdadeira com quem conversamos.

hoje o A estava com a D na cozinha a cantar.
papá : D, agora vamos cantar uma música dos teus desenhos animados favoritos.
bichinha: o Livro da Selva ou os Simpsons?

***

hoje eu estava na casa de banho a pôr creme.
bichinha: o que é?
mamã: creme da cara.
bichinha: como chama?
mamã: doctor .. (tive de ir ver o nome no frasco porque tal como agora, não me lembro do nome)

:)

segunda-feira, 13 de Outubro de 2014

baking bread (and so)

domingo, estarmos nós brincar arranjar jogos. fazer parte do almoço. descongelar os scones com passas que fiz a semana passada e pô-los no forno. fazer mais pão integral, metade congela-se e metade faz-se uma trança e vai a cozer (esqueci da foto final). ver que tenho bananas maduras, procurar receita de bolo (já que o forno está ligado) reparar que só temos um ovo.. o bolo será transformado em batido amanhã. fazer jantar.

sábado, 11 de Outubro de 2014

Xmas time

e a primeira prenda embrulhada, para o sobrinho mais novo - que ainda está embrulhadinho na belly (já estamos todos à tua espera little D).

por aí já se entrou no espírito natalício?

sexta-feira, 10 de Outubro de 2014

para mães de dois filhos (ou mais)

deitei-me a pensar na D.
na verdade, a pensar na gravidez do S e a minha mente a viajar.. em como não vivo e nunca vivi o mítico "que saudades que tenho da minha barriga". claro que os pontapés o quentinho os sentimentos o ter mais um coração a bater dentro de nós, vivi-o tudo de forma muito vivida (a primeira sempre mais que o segundo, que é daquelas coisas que não nos contam), acho que sinto que gostei de estar grávida mas na segunda vez confirmei que não nasci para isto.. o cansaço extremo o vomitar intenso o enjoo constante os cheiros... Ah os cheiros todos horríveis (eu que adoro cheiros). e depois ... não é saudade, é outra coisa que me faz lembrar que decidimos ter duas crianças juntas e é só. e entristece-me um bocadinho este 'só' por não ir haver mais. e lembro-me novamente dos cheiros, o enjoar do cheiro do meu marido mas desta vez não ter qualquer pudor em dizer-lhe, e de repente lembro-me que enjoei do cheiro da minha D.. ela com uns dezasseis meses, a descobrir que eu estava demasiado cansada para me levantar muitas vezes à noite (pela gravidez), a descobrir que à primeira vez que chorava a levava para a minha cama.. e os cheiros, o que me doeu quando descobri que enjoei do cheiro da minha filha! querer aproveitar os últimos meses dela como filha única e enjoei dela. e o que fiz foi muito simples e impensável numa primeira gravidez: obriguei-me a continuar a cheirá-la. obriguei-me e obriguei-me muito. cheirei o pescoço, os pés, atrás das orelhas.. cheirei as babinhas com ela acabada de acordar. cheirei-a no fim do banho e ao fim do dia antes do banho. e apertei-a contra mim, sem ser chata porque após o sexto mês de vida, as crianças já não adoram abraços apertados infindáveis. ao aproximar-se o fim da gravidez a minha mãe propôs que desse banho à D em casa dela quando o A estivesse a trabalhar até às 24:00. agradeci e recusei. abdicar daquele momento só nosso? cansada mas a saboreá-lá e cheirá-la.. dei-lhe banho grávida pela última vez às trinta e sete semanas e cinco dias (o S nasceu quatro dias depois). peguei-a ao colo até ao dia que o S nasceu e o cheiro dela deixou de me enjoar nesse mesmo dia, mas cheirei-a sempre.

o miúdo nasceu e eu vivi a multiplicação do amor, a forma como nasceu, o olhar os sorrisos involuntários ao primeiro dia, a covinha quando sorri. mas foram também  as noites mais longas longe da D e claro, com ele a mamar à noite, sempre que ela acorda fica com o pai.

se sinto agora saudades da gravidez do S? sim, sinto saudades do cheiro "nauseabundo" da D, de dormir com ela contra todos os meus princípios de Parentalidade, de lhe virar as costas a dormir (mesmo ficando com dores virada a noite toda para aquele lado) porque ela mexe-se muuuito a dormir e eu queria proteger o mano dos pontapés.

saudades nossas minha princesa Bichinha.

terça-feira, 7 de Outubro de 2014

os nossos quatro filhos

qual a probabilidade de termos duas crianças exactamente com a mesma diferença de idades?

a minha primeira nasceu a 04.09 e três meses menos dois dias nascia a tua primeira. o meu segundo nasceu a 09.07 e exactamente três meses menos dois dias (hoje) nascia o teu segundo.

saber que estavas em trabalho de parto manteve-me d coração apertado, aqui a pedir a Deus que te oferecesse o parto com que sonharas. este mesmo Deus que permitiu que conseguíssemos conversar antes deste miúdo nascer.. mas que só conseguimos fazê-lo ontem.

so so happy for you and your family :)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails